AS MUITAS NOITES

noites longas

O dia passa, e a noite chega, indo embora a luz do dia que ilumina os olhos de todos, inclusive os meus, noite chega todos vão embora, e fico sozinha no meu quarto, prometendo a todos meu silêncio, mas o meu silêncio custa muito, pois com isso apaga minha alegria de todos os momentos bons que deveria esta aproveitando, tira o desejo de sorrir como antes, me tira a vontade de conversar horas e horas, me tira o desejo de querer o melhor pra mim, pensando apenas na satisfação dos outros, e esquecendo de mim, não sei mais o que quero, não sei mais o que gosto, mas com certeza se me perguntar, saberei descrever de tudo que os outros gostam ou não, vivo pra os outros e não pra mim, todos esses dilemas acontecem quando a noite chega, a tristeza me consome, todos desaparecem, é necessário procurar os outros pra falar tudo que tenho engasgado, pois os que me rodeiam, e  quem pensei que poderia contar sempre, descobri nessas noites que não é o que pensei, então continua eu, meus dilemas, meus conflitos, e minhas noites, calada, soluçando e sozinha.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s